SANTUÁRIO O PÁROCO PASTORAIS MISSÕES DIZIMISTAS ARQUIDIOCESE LITURGIA DOMINICAL EVENTOS Mensagem do Papa


II Marcha pela Vida buscou conscientizar sobre o valor da vida desde a sua concepção

No último sábado, 7 de outubro, a casa Pró-Vida Mãe Imaculada promoveu a II Marcha pela Vida em Curitiba, que teve o objetivo de defender o valor da vida desde a sua concepção no útero materno. A caminhada começou na Boca Maldita às 10:30 e encerrou ao meio-dia com missa na Catedral.

O evento teve a presença de aproximadamente 100 pessoas, entre membros da Pastoral Familiar, da Comissão Família e Vida, da Comunidade Católica Shalom e de outros movimentos da Arquidiocese.

De 1º a 7 de outubro, a Igreja Católica do Brasil celebrou a Semana Nacional da Vida, que encerrou neste domingo, dia 8, com o dia do Nascituro. Durante essa semana, foram promovidas diversas ações em defesa da vida na Arquidiocese de Curitiba. Uma delas foi o V Seminário da Vida, que aconteceu em 1º de outubro na PUC-PR. O Seminário buscou levantar a discussão de como a Arquidiocese pode ser mais ativa concretamente pela defesa da Vida na cidade, incentivando ações existentes e propondo novas.

Para mais informações sobre o V Seminário da Vida, clique aqui.

Para a Semana da Vida, a Comissão Família e Vida da Arquidiocese de Curitiba encaminhou a todas as paróquias uma carta com sugestões de como viver este tempo mais intensamente nas comunidades. Segundo Paulo Cesar Starke Junior, da Comissão Família e Vida, um dos saldos positivos da Semana foi justamente a melhor vivência desse tempo, já que a Semana Nacional da Vida ainda não é tão lembrada.

Ainda segundo Paulo, o próximo passo da Comissão é propor uma discussão por uma nova legislação a respeito do Dia do Nascituro em Curitiba. O dia já está no calendário oficial da cidade desde 2008, mas a lei é muito vaga e ainda não existem ações concretas a seu respeito. Por isso, a Comissão Família e Vida irá realizar uma reunião junto com o Conselho de Leigos no dia 20 de outubro para definir novas propostas a serem encaminhadas para o legislativo.

FONTE: site da arquidiocese de curitiba

www.arquidiocesedecuritiba.org.br